CONSELHOS AOS PAIS DE FAMÍLIA - S. ANTÔNIO MARIA CLARET
Destaque Lançamento

CONSELHOS AOS PAIS DE FAMÍLIA - S. ANTÔNIO MARIA CLARET

Marca: Editora: Magnificat Data de Lançamento: 16/03/2021

Carregando...
 
Simulador de Frete
- Calcular frete
Autor: Santo Antônio Maria Claret
Número de Páginas: 64

Tem o leitor em suas mãos um exemplar de uma obra-prima do zelo pastoral de um grande bispo espanhol do século XIX, Conselhos aos pais de família, de Santo Antônio Maria Claret.

Neste pequeno grande livro o santo bispo missionário, empregando um estilo ameno e valendo-se de figuras e exemplos tirados da Sagrada Escritura e da tradição, bem como recordando lições dos filósofos da antiguidade, troca em miúdos, por meio de conselhos sábios e oportunos dirigidos aos pais de família, os princípios fundamentais da verdadeira educação cristã.

Como se sabe, a demagogia revolucionária do mundo moderno não só exaltou a educação laica assegurada pela escola pública em detrimento da educação do berço como um instrumento polí­tico de promoção da igualdade so­cial, mas também deformou com­pletamente a educação em seus princípios, meios e fins. Dizia-se (e infelizmente ainda há muitos que o dizem e crêem) que a cada escola aberta hoje pelo Estado corres­ponde uma cadeia fechada amanhã, como se a moral laica fosse uma panacéia para todas as misérias hu­manas. E hoje essa visão utópica da edu­cação chegou ao paroxismo com o descalabro das aulas de educação sexual, com as aulas de sexo seguro em nossas escolas, nas antípodas da edu­cação cristã para a pureza, que os pais de família, sob a orientação da Igreja, transmitiam aos seus filhos.

É sobretudo para essas famílias cristãs responsáveis e conscientes de seus deveres que o opúsculo Conselhos aos pais de família, de Santo Antônio Maria Claret, será de grande utilidade. Nele encontrarão, realmente, suges­tões, exemplos e advertências que ajudarão os pais a instruir e corrigir seus filhos com uma palavra sábia e um exemplo edificante. O autor começa o opúsculo recordando de forma sucinta a doutrina da Igreja sobre a moral conjugal, os bens do matrimônio, as obrigações dos côn­juges para consigo mesmos, para de­pois explanar com grande felicidade a missão de educadores que lhes in­cumbe.

Talvez não seja exaustiva a obra de Santo Antônio Maria Claret, talvez o leitor encontre lacunas, como, por exemplo, uma palavra sobre o desafio para a orientação de seus filhos quanto ao perigo dos meios de comunicação modernos, o problema das drogas e das diversões da juventude nas grandes cidades do mundo de hoje, talvez falte uma palavra mais incisiva sobre a neces­sidade de incutir nas crianças regras de boas maneiras e bons hábitos de higiene (coisas que às vezes alguns pais descuram), mas o essencial da boa educação cristã o leitor, certa­mente, o encontrará nestas páginas admiráveis.

Por derradeiro, parece-me oportuno dizer aos pais católicos que não encontram para seus filhos uma escola confiável e não podem assegurar-lhes toda a educação domiciliar. Em tal situação, tentem acompanhar de perto, passo a passo, a vida escolar dos seus filhos, não só lhes perguntando sempre o que lhes disseram os mestres, o que ouviram dos seus colegas, não só exami­nando o conteúdo das disciplinas mi­nistradas, não só olhando os ca­dernos e livros dos seus filhos, mas também comparecendo assidua­mente à escola dos seus filhos, con­versando com seu diretor, seu coor­denador pedagógico, com os profes­sores dos seus filhos. Procedendo assim, os senhores estarão colabo­rando para que a educação recupere sua unidade e a escola volte a de­sempenhar a sua função de uma extensão da família.

Que Santo Antônio Maria Claret ajude os pais de família lei­tores desta obra maravilhosa a cumprir a sublime missão de educa­­dores dos seus filhos.

 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


    Confira também